Dicas para agilizar digitação de comandos no terminal do Linux

Muitas vezes cometemos erros de digitação, ou precisamos repetir um comando anterior com alguma pequena modificação e já que não temos interação do mouse com o Terminal, precisamos pressionar as teclas direcionais repetidamente para posicionarmos o cursor e realizar as modificações que desejamos.

Há os atalhos mais populares, que muitos já estão acostumados a usar, e caso você não esteja, aconselho conhecê-los, pois pode economizar um bom tempo e paciência nas situações do primeiro parágrafo.

Seta para cima: Exibe o último comando executado. Caso seja pressionada novamente, exibe o comando anterior ao exibido. Após caminhar para os comanos do passado, a Seta para baixo pode ser utilizada para caminhar no sentido inverso, mostrando o comando que veio após o exibido atualmente.

HOME e END: Movimenta o cursor para o início ou fim da linha do comando, respectivamente.

CTRL+Seta para a esquerda: Posiciona o cursor no primeiro caractere da palavra anterior à sua posição atual. Útil caso queira se movimentar entre várias palavras separadas por espaços em branco ou caracteres não alfa-numéricos.

CTRL+Seta para a direita: Posiciona o cursor no caractere após o final da palavra posterior à sua posição atual.

Além destes atalhos, há comandos da Shell menos conhecidos que também ajudam muito, como estes a
seguir:


CTRL+R
Este é um dos mais úteis. Exibe (reverse-i-search)`': na linha de comando, permitindo entrada do usuário. O que o usuário digitar, será procurado nos últimos comandos executados no histórico. Ao pressionar CTRL+R novamente, procura-se um resultado mais antigo. Quando encontrar o que você quer, basta dar ENTER para executar, ou ESC para editar o comando antes de executar.

CTRL+U e CTRL+Y
O CTRL+U é como um CTRL+X. Ou seja, um "Cortar". Ele apaga o que está antes do cursor e guarda na área de transferência. Já o CTRL+Y é como um CTRL+V. Ele cola o que você cortou com o CTRL+U. Eu utilizo muito o CTRL+U (precedido de um END) apenas para limpar a linha, quando tem um comando muito grande digitado e não quero ficar segurando o backspace.



comando !*
Executa comando utilizando os argumentos do último comando executado. Útil para quando cometemos algum erro de digitação.
Exemplo:
rodolfo@RC-UB:~$ gedti ~/Downloads/teste
No command 'gedti' found, did you mean:
Command 'gedit' from package 'gedit' (main)
gedti: command not found
rodolfo@RC-UB:~$ gedit !*
gedit ~/Downloads/teste



history n
Exibe os últimos comandos executados, associados com um identificador exibido à sua esquerda.



!n
Os comandos exibidos no history podem ser executados a partir do seu identificador, bastando para isto executar !n  onde n é o identificador daquele comando.


!comando
Procura no histórico de comandos passados o último que começou com "comando", imprime o resultado da busca e o executa em seguida.


!?comando?
Procura no histórico de comandos passados o último que conteve a palavra "comando" (em qualquer posição), imprime o resultado da busca e o executa em seguida.


!-n
Executa o n-ésimo comando anterior. !-1 executa o último comando executado. !-2 executa o penúltimo e assim sucessivamente.

Não são muitos comandos, então com um pouco de tempo e persistência, você começará a utilizá-los naturalmente, ganhando uma grande agilidade na execução de comandos pelo Terminal.


Referência:
GNU/Linux Command-Line Tools Summary (HTML) (PDF)
http://tldp.org/guides.html

Nenhum comentário on "Dicas para agilizar digitação de comandos no terminal do Linux"

Leave a Reply